RPGBrasil.Org
Se Você não é Membro, Cadastra-se Agora é rapido e fácil.
Venha Participar do Melhor Forum de RPG voltado a um Cenário.
Últimos assuntos
» Atualizações do sistema e genérico.
Ontem à(s) 6:29 pm por Kenku

» O GPR (O Guia da Prática Rebelde)
Seg Jun 11, 2018 6:09 pm por draculino

» LOGOSOFIA
Seg Jun 11, 2018 5:44 pm por draculino

» Malkavianos - Vampiro A máscara - o que são e o que fazem?
Dom Jun 10, 2018 10:26 pm por draculino

» Assassin´s Creed: o verdadeiro e o falso sobre assassinos, templários, etc.
Qui Jun 07, 2018 10:55 pm por draculino

» Multiverso DC : Terras Paralelas?
Ter Jun 05, 2018 11:23 pm por draculino

» Zé do Caixão: Um gótico brasileiro?
Ter Jun 05, 2018 11:11 pm por draculino

» O aventureiro: narcisismo ou mau caratismo?
Ter Jun 05, 2018 10:56 pm por draculino

» Stormbringer
Ter Maio 29, 2018 2:49 pm por druidadp

» MORTE NEGRA - NAVIO PIRATA
Dom Maio 27, 2018 9:18 pm por druidadp

» 07 - Nas Estrelas
Ter Mar 20, 2018 7:12 pm por draculino

» PRINCIPES ARAMIS e ATEMIS THULARILL [VOTAÇÃO]
Seg Mar 12, 2018 3:07 pm por druidadp

» EXTRA: O Círculo de Elendil (VOTAÇÃO)
Dom Mar 11, 2018 7:08 pm por Fininho

Os membros mais ativos da semana
druidadp
 
Kenku
 

Os membros mais ativos do mês
draculino
 
druidadp
 
Kenku
 

Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 162 em Sab Fev 26, 2011 7:45 am
Conectar-se

Esqueci minha senha

Visitas
Flag Counter

REVISÃO DAS CIDADES - MITRUS

Ir em baixo

REVISÃO DAS CIDADES - MITRUS

Mensagem por Aeon em Dom Abr 04, 2010 3:57 pm

MATERIAL PRONTO PRA DIAGRAMAÇÃO
MITRUS
imagebam
Descrição Básica


É considerada a cidade mais rica do reino, mais bem organizada e a mais bonita e agradável para se morar. Dizem que isso é um reflexo dos inúmeros templos de Mays existentes na cidade, a principal religião do local.
Mitrus, como as velhas cidades da expansão, mantém suas enormes muralhas em torno da cidade.
O local é o único do reino que extraí sal da água do mar, dessa forma é muito procurado por mercadores e nobres.
O porto da cidade talvez seja o maior de toda a região e provavelmente é o mais seguro de todo o continente, o que faz com que todas as viagens marítimas tenham Mitrus como parada obrigatória.
Na cidade pode-se encontrar de tudo, artesanato, pesca marítima, vagens marítima e comércio de itens mágicos.
Por ser uma cidade muito procurada por viajantes, ela se tornou uma enorme feira de especiarias. Quase todos os comerciantes residem aqui ou passam maior parte de tempo na cidade, é um ótimo local para o comércio.
Para manter o controle da cidade, o regente obriga a apresentação de um documento emitido pela igreja de Mays. Todos os recém chegados devem fazer esse documento e ser registrado no livro de Registros da igreja. Este livro conterá tudo que ocorrer com o morador na cidade, desde ajuda até delitos. Dessa forma o controle é feito e moradores indevidos são expulsos e impedidos de entrar na cidade.
A cidade é repleta de árvores e de estátuas do deus da beleza em suas ruas. Muitas dessas árvores são frutíferas e todos respeitam os frutos colhendo-os apenas após seu amadurecimento.
Não há mendigos na cidade e a taxa de desemprego é controlada, quando esta começa a aumentar a cidade impede que novos moradores venham a residir em suas terras até que o equilíbrio se estabeleça.
Tipo de População: 90% humanos, 3% Elfos, 1% Haflings e 6% de outros,
Economia Local: Principalmente o comércio de especiarias, mas há muito mercado de viagens marítimas, pesca e artesanato local.
Nome do Regente: Loken de Mhitidramy
Guarda local: Grande porte, muito bem organizada e distribuída, ajudada pelos Clérigos da Beleza.
Templos: A principal adoração é a Mays, mas existem templos de Hydrus, Hagr, Corllow, Cronus, Stack,Navor e Magnus.
Leis: Utilizar as leis do reino. Mas há algumas alterações severas.
Roubo ou delito sério como briga e assassinato, além da penas exigidas pela lei, após o cumprimento dessa pena o morador é expulso da cidade e sua entrada se torna impedida.
Jogar lixo no chão, apanhar frutas antes do amadurecimento e pequenas brigas são punidas com multas que variam de 10 Moedas de chumbo a 1moeda de ouro.
População: cerca de 35.000 habitantes.

A cidade tbm justifica a população elevada, por ser um porto principal, e pela localização, é uma das cidades mais perto de keronã ( Rota marítima). Então pode ser que as pessoas tbm se aglomerem ali por ser o limite de Belhtor, mas uma cidade controlar 62.000 acho muito pro padrão do cenário, mas acredito que a cidade é uma metrópole e pode conter até tropas do exército ali. Sugiro no Max, 35.000 habitantes

O Porto de Mitrus
Quem chega a Mitrus pelo mar, verá um grande farol sobre uma rocha escarpada no litoral, indicando uma área mais a leste, repleta de rochedos perigosos.
O porto de Mitrus foi construído para permitir que grandes navios possam ancorar no mesmo. Grandes palafitas de madeira se estendem a vários metros no oceano, sustentado por grandes toras de madeiras que recebem manutenção constante.
Grandes navios ancoram diariamente em Mitrus e uma taxa de 30 moedas são cobrados por mastro do navio para cada dia que o mesmo fique ancorado no porto.
Este valor é revertido na segurança e manutenção do porto. Afinal, não existe porto em toda Belthor mais seguro que o porto de Mitrus.
Constantemente vigiado por tropas conhecidos como Espadas do Mar, estes soldados são especialmente formados para vigiar a parte litorânea de Mitrus. A parte interna da cidade é guarnecida por outra tropa diferente.
Além destes soldados, grandes navios patrulham a região inibindo a ação pirata na costa.
Todos os navios ali ancorados são assegurados. Se ocorrer qualquer roubo ou dano por falta de segurança o governo da cidade reembolsa o prejudicado em 100% do seu valor.
No centro do porto há uma magnífica igreja de Mays, que a noite é iluminada pela luz de lamparinas colocadas aos pés da mesma dentro de grandes tinas com óleo.
Todos os recém chegados pelo porto devem se apresentar nesta igreja e retirar o registro de permanência em Mitrus. Este documento deve ser apresentado quando solicitado. Todo morador da cidade tem um registro de morador e todo visitante deve ser registrado.
Dizem que os livros de registro, onde os nomes dos visitantes são registrados é mágico e permite localizar qualquer pessoa dentro da cidade que tenha dado seu nome e o mesmo tenha sido inscrito no livro.
O tempo de permanência máximo na cidade é de 10 dias, após esse período, o visitante deve pagar um valor de 5 moedas para retirar um novo registro válido por mais 10 dias. O primeiro registro é gratuito. Se você retirar um novo registro em menos de 30 dias também deverá pagar a taxa de 5 moedas.
Além disso, o porto conta com o serviço de vários carregadores de carga e animais capazes de transportar grandes pesos de mercadoria. Aqueles que prestam este tipo de serviço, devem ser cadastrado no governo local e atender as exigências mínimas para trabalhar como transportador no porto. Se alguém for pego pela guarda Espadas do Mar, transportando sem a autorização expedida pelo governo local, será preso em nome do estado.
Inúmeras tavernas e pousadas estão situadas nesta área da cidade e todas elas devem ter segurança interna para proteção dos clientes.
Há diversos tipos desses estabelecimentos para atender os diferentes tipos de clientes que ali ancoram. Porém tudo é inspecionado pela igreja de Mays e devem estar dentro dos rigores mínimos de qualidade exigidos pela igreja.

As Minas de Sal de Mitrus
A grande economia de Mitrus está baseada na salinas da cidade. Grandes áreas planas são inundadas com água do mar que é represada. Com a evaporação da água do mar sobra o sal grosso, que é tirando, passando em seguida por um processo de limpeza e clareamento e depois vendido na forma de sal grosso, uma especiaria em toda ERA.
Hoje, próximo ao litoral de Mitrus existe uma extensão tão grande de salinas que chega a atingir uma área de quase 60km de extensão.
As salinas empregam muita gente, mas quase todos que trabalham nas mesmas sofrem com doenças de pele, queimaduras de sol e intoxicação (a chamada Doença do Sal - veja livro do curandeiro).
Os donos das salinas são nobres e muitos são donos de grandes navios mercantes que transportam seu produto por todo o litoral civilizado de ERA.
O comércio de sal tornou a cidade um dos principais portos comerciais de Belthor, sendo o maior porto de todo o reino.
A família dos trabalhadores das minas que peguem a Doença do Sal e venham a falecer por causa disso, recebe uma quantia equivalente a 100 moedas de prata como indenização pela perda do familiar.

O Governo Local
Conforme o padrão das cidades governadas pela igreja de Mays, esta não foge a regra em organização, estrutura física e qualidade de vida.
Começando pelo registro e controle de todos os moradores da cidade.
Todos os moradores e visitantes de Mitrus são registrados nos livros de registro da igreja. Os moradores recebem um passe (um pequeno broche de madeira e ferro) que identifica o mesmo como um morador da cidade. Tudo que o morador faz na cidade em prol ou contra a sociedade da mesma é registrada neste livro em seu nome. De acordo com os acúmulos destes registros, a pessoa pode ser convidada a se retirar da cidade ou até mesmo a ocupar cargos políticos.
Quem controla estes registros são clérigos de Mays, porém quem executa as ordens em nome da lei são membros da igreja de Hagr.
Além disso, a cidade conta com um controle de imigração quando o índice de desemprego torna-se maior que a oferta de emprego. Algo que necessita de um controle político enorme e uma coordenação com a guarda que vigia as entradas da cidade e a guarda dos portos.
Como podem ver, o sistema político de Mitrus é invejável. Algumas cidades tentaram copiar este modelo político, mas sem sucesso.
Hoje, o regente oficial da cidade é o Barão Loken de Mhitidramy, porém seu título de regente é apenas um status social pelo fato dele ser herdeiro da família de barões donos das terras de Mitrus, mas quem realmente governa a cidade é um conselho de sacerdotes de Mays. Estes distribuem o poder entre as 18 igrejas existentes na cidade, tornando cada uma delas responsável por um determinado setor da mesma.
Estas igrejas tem sob seu poder a autoridade sobre todos os moradores da região onde elas devem governar e contam com o apoio de um guarda especial de Cavaleiros Escarlates.
Este sistema político tem surtido efeito durante mais de 60 anos e Mitrus tornou-se uma bela cidade. Arborizada, com grandes estátuas representando a divindade e inclusive templos de beleza, onde pessoas com condições de pagar podem tomar banhos perfumados e receber pinturas no rosto, novas roupas e ornamentos variados.
Esta é a cidade de Mitrus, bela, sem pobreza, com um comércio extremamente variado e incentivado pela segurança do local.

NPC:Loken de Mhitidramy
http://fc00.deviantart.net/fs9/i/2006/147/f/a/Robert_Baratheon_2_by_henning.jpg
Aparência:
Loken é um homem comum, gordo e sem nada extraordinário. Usa uma barba bem desenhada e um cabelo até o meio das costas. Usa uma placa de peito moldada de acordo com seu físico, além de suas pesadas roupas de nobreza.

Personalidade:
Loken gosta de beber, comer e de festas. Ele pertence à religião de Mays, primeiro por este ser o governo real de Mitrus, segundo, porque pertencer a esta religião lhe permite realizar grande festas repletas de orgias.
Assim é Loken, um homem cheio de dinheiro, mas vazio em termos de cultura.

Histórico
Herdeiro dos Mhitidramy, ele é barão dono das terras onde Mitrus foi fundada. Sua família recebe parte do soldo recolhido dos impostos e ele vive sem se importar em fazer mais nada a não ser gastar o dinheiro com grandes banquetes, bebida, roupas e com suas 4 esposas com quem ele tem 18 filhos.
E é claro, com suas festas em homenagem a Mays, que são apenas fachadas para uma verdadeira orgia regada a muita bebida, comida e mulheres.

Combate
Ele jamais entrará em combate. Irá pagar para que não lutem com ele, ou enviará seus guardas para lutarem por ele. Loken não tem espírito para isso, sua vida se resume em gastar o dinheiro que têm.


Última edição por Aeon em Sab Abr 10, 2010 2:14 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Aeon
Vice Rei

Vice Rei

Masculino
Número de Mensagens : 1334
Idade : 31
Localização : Varginha-MG
Humor : ...
Desde quando você joga RPG? : 99~2000
Reputação : -1
Pontos : 4972
Data de inscrição : 05/01/2009

http://www.rpgbrasil.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: REVISÃO DAS CIDADES - MITRUS

Mensagem por Aeon em Dom Abr 04, 2010 9:39 pm

Imagem do Npc não da pra pegar.
Link da imagem no tópico FOcus: http://rpgbrasil.umforum.net/equipe-focus-i-f92/reino-de-belthor-mitrus-t810.htm
avatar
Aeon
Vice Rei

Vice Rei

Masculino
Número de Mensagens : 1334
Idade : 31
Localização : Varginha-MG
Humor : ...
Desde quando você joga RPG? : 99~2000
Reputação : -1
Pontos : 4972
Data de inscrição : 05/01/2009

http://www.rpgbrasil.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: REVISÃO DAS CIDADES - MITRUS

Mensagem por Aeon em Qui Abr 08, 2010 7:01 pm

Verificação FOcus OK
LINK da Imagem do NPC
avatar
Aeon
Vice Rei

Vice Rei

Masculino
Número de Mensagens : 1334
Idade : 31
Localização : Varginha-MG
Humor : ...
Desde quando você joga RPG? : 99~2000
Reputação : -1
Pontos : 4972
Data de inscrição : 05/01/2009

http://www.rpgbrasil.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: REVISÃO DAS CIDADES - MITRUS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum